Pequenas livrarias começam a vender no Mercado Livre com o apoio do projeto ‘Conexão Livraria’

Um hub de livrarias . Foi assim que Marcos da Veiga Pereira, presidente do Sindicato Nacional de Editores de Livros e Sócio da Sextante, se referiu ao Mercado Livre , um jogador cada vez mais importante para o mercado editorial , em recente entrevista ao Estadão.

Algumas grandes livrarias aparecem em destaque na plataforma como ‘lojas oficiais’. É o caso da Leitura, hoje a maior rede de livrarias do País em número de lojas, e a Martins Fontes Paulista. Nesta quinta-feira, 15, outras sete lojas chegam ao Mercado Livre – resultado do novo projeto Conexão Livraria , uma iniciativa da Câmara Brasileira do Livro e de um grupo de distribuidoras. Trata-se de uma tentativa de ajudar essas empresas, que não têm e-commerce e não podem investir na criação de uma plataforma de comercialização, um entrar no jogo da venda online.

As livrarias selecionadas para a primeira etapa do projeto são Favorita, Intelecto, Blooks, Vanguarda, Nobel Brooklin, Isasul e Casa Vamos Ler. Elas vão usar a estrutura, os processos e a tecnologia do Mercado Livre e tomar o apoio logístico de distribuidoras, que vão conectar seu estoque com a loja principal. A primeira é a Catavento, mas outras três, a Inovação, a Loyola e a Disal, estão prestes a ser incluídos, aguardando apenas uma integração de seu sistema com a plataforma.

Para o consumidor final, o que aparece é a opção de escolher de qual livraria comprar. Elas vão aparecer como loja associada e serão remuneradas com comissão pelas vendas.

O projeto está aberto a outras livrarias recomendadas. Quem quiser se cadastrar para a próxima fase deve preencher um formulário . Segundo os organizadores, os contatos serão feitos por ordem de chegada.

No dia 22, às 10h, Vitor Tavares (CBL), Claudia Machado (Catavento), Sabrina Travassos (Livraria Favorita) e Tonico Vendrame Filho (Casa Vamos Ler) participam de uma ao vivo no canal da CBL do YouTube. A mediação será de Gerson Ramos, diretor comercial da editora Planeta.

Esta é a terceira iniciativa recente idealizada ou apoiada pela Câmara Brasileira do Livro no sentido de fortalecer o setor. Tudo Começa na Livraria foi uma campanha nas redes sociais para reforçar o protagonismo das livrarias como ponto de conexão entre livreiros, autores, editores, distribuidores e leitores. Já o Retomada das Livrarias avalia, financeiramente , por meio de uma campanha de financiamento coletivo, um grupo de pequenas e médias lojas afetadas pela pandemia.