A Integração do Negro na Sociedade de Classes – Coleção Florestan Fernandes

Editora Contracorrente tem a honra de anunciar a reedição do clássico A integração do negro na sociedade de classes, que integra a Coleção Florestan Fernandes, coordenada pelo professor Bernardo Ricupero. O prefácio da nova edição é assinado pelos professores Mário A. Medeiros da Silva e Antonio Brasil Jr., o posfácio é uma entrevista com a professora Maria Arminda do Nascimento Arruda e o texto de quarta capa é do professor Silvio Almeida.

Este livro foi originalmente a tese de cátedra de Florestan Fernandes, defendida em 1964, cuja marcante atualidade pode ser exemplificada pela advertência, feita ao final do estudo, a respeito das consequências de não se realizar a efetiva integração do negro: “não teremos uma democracia racial e, tampouco, uma democracia”.

Nas palavras do professor Bernardo Ricupero, esta obra “é a culminação de um programa de pesquisa que o autor e seus assistentes levaram à frente na cadeira de Sociologia I da USP”.

Em suma, um clássico do pensamento social brasileiro que retorna ao debate público em um momento crucial da luta antirracista em nosso país.

Sobre o autor

Florestan Fernandes nasceu em São Paulo em 1920. De origem popular, ingressou na Universidade de São Paulo (USP) em 1941, obtendo o mestrado e o doutorado na Escola Livre de Sociologia e Política (ESP), em 1945 e em 1946, a livre-docência em 1953 na USP e tornando-se titular da cadeira de Sociologia I da mesma Universidade em 1964. Cassado pelo AI-5 em 1969, passa a lecionar nos EUA e no Canadá. É um dos mais respeitados sociólogos do país, tanto nacional quanto internacionalmente, considerado o fundador da sociologia crítica no Brasil. Foi eleito deputado federal pelo PT-SP em 1986 e 1990. Faleceu em São Paulo em 1995.

Detalhes do produto:

Título: A integração do negro na sociedade de classes

Editora: Contracorrente

Ano da edição: 2021

Nº da Edição: 6ª

Páginas: 1.000

Encadernação: Brochura

Autor: Florestan Fernandes