”Obra clássica é lançada no Brasil”

Matéria publicada pelo Diário do Comércio, em 06 de Março de 2021.

”Desde que a teoria da economia política de Karl Marx foi publicada nos três complexos livros que formam O Capital, variadas interpretações surgiram para tentar explicar – e muitas vezes distorcer – os conceitos criados pelo filósofo alemão. É neste sentido e dentro deste contexto que se dá a relevância editorial da tradução brasileira do livro O Capital de Marx, dos professores de economia Ben Fine e Alfredo Saad Filho.

Em sua 6ª edição, a obra é amplamente reconhecida como a principal introdução a teoria econômica-política de Marx, e se tornou um clássico universal. Traduzida em muitas línguas, ela resume e explica, de forma didática, os principais conceitos da economia política de Marx exatamente como foi apresentada em O Capital.

Embora publicado originalmente em 1975, O Capital de Marx não ficou parado no tempo. Ao contrário. A cada edição, os autores revisam o texto para adequá-lo às novas realidades mundiais, tanto econômicas quanto políticas, e aplicam a teoria das relações de classe e da exploração do capitalismo de Marx, assim como os conflitos aos quais elas dão origem, para propor respostas alternativas de enfrentamento aos problemas gerados pelo capitalismo global.

Trata-se, portanto, de uma obra clássica com questionamentos aos problemas atuais como a financeirização da economia, o neoliberalismo e a crise advinda destes dois modelos. “O livro é altamente recomendado não apenas para iniciantes, mas para qualquer pessoa interessada na aplicabilidade da teoria marxista no capitalismo contemporâneo”, afirma o geógrafo e teórico social britânico David Harvey.

A tradução do livro conta com dois prefácios, um específico para a edição brasileira e o da 6ª edição em inglês. Neste último, os autores explicam que os objetivos do livro são “abstratos e ambiciosos”. Segundo Ben Fine e Alfredo Saad Filho, a obra analisa e explica os elementos cruciais da crítica mais sustentada, consistente e intransigente já feita do capitalismo como um sistema – a qual foi, originalmente, desenvolvido por Karl Marx. “Conforme o capitalismo luta para conter sua crise mais mais recente, crescem a relevância e a urgência dos escritos de Marx – e também a sua popularidade”.

Já no prefácio brasileiro, os autores propõem que a obra sirva de inspiração para uma “ação em massa informada coordenada e organizada para enfrentar esses e outros problemas importantes de nossa época, entre eles o desemprego estrutural, a pobreza em meio à abundância, a disseminação de doenças curáveis ou controláveis (…), o analfabetismo funcional, a opressão cultural, étnica e econômica e outros problemas”.

O livro, de 216 páginas, é composto por 15 capítulos. O primeiro traz um breve histórico sobre Marx, os teóricos que o influenciaram e o método utilizado por ele. Os demais explicam os principais conceitos da economia política criada pelo filósofo alemão como mais-valor (ou mais-valia), o capital e a exploração, a acumulação do capital, entre vários outros. E os dois capítulos finais são dedicados a dois temas da atualidade: financeirização, neoliberalismo e crise e O Marxismo e o Século XXI.”

Adquira seu exemplar em nossa loja virtual! Clique aqui!